Casa ou apartamento. Onde morar?

Casa ou apartamento. Qual é a melhor escolha para você?

Parece não haver limites para as preocupações que a compra de um imóvel causa. Sonho de grande parte da população, adquirir a casa própria envolve investimento, pesquisa e uma escolha crucial: apartamento ou casa?

Não há opção que seja essencialmente melhor ou pior. Fazer a escolha correta depende do conhecimento do próprio perfil e das próprias exigências. Segurança é prioridade? Privacidade é o mais importante? Opções de lazer? Espaço? Definir prioridade direciona a melhor compra.

As vantagens da casa

  • Liberdade: morar em uma casa significa não ter que seguir as regras de um condomínio, o que pode ser determinante para algumas pessoas.
  • Privacidade: as finas paredes dos apartamentos, as janelas próximas e os muitos vizinhos por corredor podem causar a impressão de pouquíssima privacidade e constante vigilância. Ao optar pela casa, pode-se gerenciar a qual distância deseja manter seus vizinhos.
  • Espaço: considerando-se a metragem de apartamento mais vendida no país, e o preço pago pelo imóvel, não é difícil encontrar uma casa consideravelmente maior pelo mesmo preço que seria pago no apartamento. Se espaço é uma exigência, o preço de um apartamento que atenda à expectativa pode não compensar.
  • Animais e plantas: ainda que não seja muito difícil adaptar o animal de estimação ao apartamento, muitos condomínios não permitem a presença dos bichinhos. Inegavelmente, viver em uma casa significa oferecer mais conforto para o animal, e também é ponto positivo para os amantes da jardinagem, que podem dispor de maior espaço para suas plantas.
  • Gastos fixos: morar num apartamento significa arcar mensalmente com o custo do condomínio, o qual pode ser alto. Assim, não basta saber se o valor do imóvel caberá no orçamento. É preciso ter convicção de que o condomínio não apertará muito as contas. Escolher morar em uma casa, por sua vez, exclui esse gasto fixo, ainda que se tenha que dispor de dinheiro para a manutenção.

As vantagens do apartamento

  • Segurança: inegavelmente, morar em um apartamento transmite a sensação de maior segurança, tanto pela portaria e pelo sistema de vigilância, quanto pela presença dos vizinhos. Se esse aspecto for prioridade, é preciso, antes de fechar negócio, avaliar com atenção a estrutura oferecida pelo condomínio, já que falhas de segurança nos prédios têm sido cada vez mais noticiadas.
  • Limpeza e conservação: o tamanho do apartamento facilita muito a organização e limpeza, tornando a vida bem mais prática. O espaço determinado também limita a quantidade de móveis e o acúmulo de objetos, o que é ótimo para quem deseja controlar com facilidade a organização.
  • Crianças: a área de lazer dos condomínios costuma ser ponto de encontro para as crianças, o que permite que elas interajam umas com as outras e façam amizade. Há algumas décadas, a diversão entre as crianças se dava nas ruas, com os vizinhos de casa, mas a realidade das cidades tem tornado isso cada vez mais raro. Assim, morar em um apartamento pode representar oferecer mais qualidade de vida e de relações para as crianças.

Tendência

O perfil de moradia do brasileiro mudou nas últimas décadas. Até os anos 90, as famílias buscavam por casas com pelo menos dois quartos e um bom quintal.

Atualmente, em especial nas médias e grandes cidades, a opção tem sido por apartamentos, por razões de economia, segurança e concentração de vários benefícios num lugar só.

Conforme as cidades crescem, a tendência é que se tornem cada vez mais verticais e menos horizontais, afinal, há pouco espaço para abrigar tantas pessoas.

Apesar das tendências, é fundamental não subestimar o fato de que morar em casa ou em apartamento exige dois perfis distintos. Saiba o seu e faça uma excelente escolha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *